Ano após ano, o comércio virtual se expande e registra um crescimento médio superior ao varejo físico. Não é bem uma surpresa, afinal a grande maioria da população mundial está presente na Internet. Mas, será que depois de tanto tempo, ter uma loja online ainda é um bom negócio?

Para que você consiga se situar melhor sobre as possibilidades que vender online podem gerar para sua empresa, selecionamos alguns tópicos muito interessantes. Confira o artigo até o final e descubra a resposta para esse questionamento.

Aumento de vendas mesmo durante a crise

Ter uma loja online pode ser um importante passo para seu negócio deixar a crise para trás. Não se trata de um passe de mágica, pois é algo que precisa de empenho e construção de reputação da sua empresa na internet; algo que pode ser facilmente conquistado se já possuir um bom relacionamento no seu negócio físico.

Ignorando a recessão econômica que o país vem sofrendo, o varejo online terminou 2016 com um crescimento de 11% das vendas em relação ao ano anterior, ou seja, há uma demanda muito boa de compradores online.

Maior alcance geográfico

Enquanto uma loja física tem como limite de atuação a sua cidade ou região, ter uma loja online possibilita que alcance compradores de todas as regiões do país. Desde que invista em marketing e esteja preparado para atender a demanda, as chances de conseguir muito mais vendas são relativamente altas.

Se o seu negócio for voltado para um nicho específico de mercado, as probabilidades de se destacar são ainda maiores. Quanto mais especializado e exclusivo for o tipo de produto ou serviço, maior a quantidade de clientes que chegarão à sua loja online por meio de buscas no Google.

Facilidade de gestão

A área administrativa de uma loja virtual reúne diversas ferramentas para monitoramento de pedidos, pagamentos, controle de estoque e logística. Tudo isso de forma simples e intuitiva, por meio de gráficos e planilhas que podem ser facilmente exportados para o excel.

Toda essa organização torna a gestão da sua loja online muito mais simples, reduzindo o tempo gasto com administração e deixando você livre para se dedicar às vendas.

Custos muito menores

Os custos com uma loja virtual geralmente envolvem:

  • Domínio: R$ 30,00 por ano;
  • Hospedagem: R$ 30,00 mensais, em média;
  • Marketing: você define quanto quer investir, mas é possível começar anunciando no Google a partir de R$ 50,00 e garantir milhares de acessos apenas com esse valor inicial;
  • Entregas: esse é um custo atrelado aos pedidos, e já está embutido no valor dos produtos;  oferece-se frete grátis, ou é por conta do cliente. É um custo, mas não sai do seu bolso.

Tanto a loja física quanto a virtual possuem seus prós e contras, mas em se tratando de custos de manutenção, a loja virtual é infinitamente mais barata.

Ter uma loja virtual para vender em marketplaces

Uma ótima maneira de ampliar o seu mercado consumidor e realizar muito mais vendas é entrar em um marketplace, que é um grande portal de e-commerce que funciona como verdadeiro shopping center online. Submarino e Ponto Frio são dois exemplos de marketplace, e você poderá comercializar seus produtos através deles.

Para vender em diversos marketplaces, sem bagunçar a sua gestão de estoque, o ideal é utilizar um gateway de integração ERP, que permite que você integre o seu sistema de gestão tanto à loja virtual quanto aos marketplaces, sincronizando o estoque e preços de venda em todas as plataformas em um único painel.

Resumindo, ter uma loja online ainda vale muito a pena. Na realidade, essa não é mais apenas uma tendência, e sim uma necessidade para elevar as vendas do seu negócio. Não ter um e-commerce em 2017 é o mesmo que perder dinheiro.

Agora que você já sabe que o e-commerce veio para ficar, não perca mais tempo e integre sua loja virtual aos principais marketplaces do país pelo All Integra: confira os benefícios!