O papel de um gestor é liderar e tomar decisões que ajudem o negócio a crescer. E para isso, ele precisa ter muito tempo para se concentrar em tarefas importantes, que realmente gerem valor.

Mas para muitos gestores, isso não é possível. Devido à falta de controle adequado e de tecnologias, eles acabam se concentrando em tarefas não importantes, como resolver simples problemas e atualizar manualmente seus sistemas.

Isso os faz perder tempo e não se dedicar mais ao negócio, o que o impede de crescer e de se destacar no mercado.

Abaixo, listamos os 3 principais fatores que impedem o gestor de loja de se dedicar mais ao seu negócio.

1. O gerenciamento descentralizado

Lojas que possuem estabelecimentos comerciais e vendem também por meio de lojas virtuais e marketplaces lidam com vários sistemas diferentes.

E como os sistemas ERP e de loja virtual e marketplace não são centralizados em uma única plataforma, o gestor acaba tendo que gerenciá-los separadamente.

Isso acaba tornando o controle dos processos da loja muito confuso e demorado, impedindo que o gestor se dedique à tarefas mais importantes. 

E como os sistemas não são atualizados todos ao mesmo tempo com os dados dos produtos e outras informações (como volume de estoque, vendas, faturamento, etc), o processo decisório fica lento, já que o gestor precisa aguardar a atualização de todos eles.

2. A realização de tarefas manuais

Uma tarefa que muitos gestores ainda realizam manualmente é atualização de todos os sistemas, assim que os produtos são entregues pelos fornecedores. Eles também fazem isso cada vez que o produto passa por uma etapa, como venda, saída do estoque e repasse à transportadora.

Apesar de fundamental, essa tarefa leva muito tempo. Dependendo da quantidade de produtos a ser registrada, pode levar horas, dias ou até semanas para ser realizada. Isso acaba impedindo o gestor de se dedicar à atividades mais importantes.

E mesmo que ele repasse essa tarefa para sua equipe, ainda assim a loja será impactada, pois os colaboradores terão seu desempenho reduzido.

3. A resolução de problemas que a equipe poderia solucionar

Certos problemas não exigem a intervenção do gestor. Esse é caso, por exemplo, do cadastro errado de um dado em um sistema e a não identificação de um produto no estoque. Tais problemas são gerados pela falta de controle dos processos e de tecnologias, mas podem ser resolvidos pela própria equipe.

O gestor também deve resolver problemas, mas só aqueles mais graves que não podem ser solucionados pela equipe. Esse é o caso da paralisação de uma etapa, da rápida redução do nível de estoque e do envio de produtos errados para os clientes.

Para evitar ser chamado apenas para resolver simples problemas, o gestor deve treinar sua equipe para solucioná-los. Assim, ele ganha tempo para se concentrar em tarefas mais importantes.

No caso dos problemas mais graves, ele deve identificá-los e resolvê-los assim que surgirem, para não causarem muitos danos à loja. A identificação e a resolução rápida dos problemas também permitem que o gestor não perca muito seu tempo realizando essa tarefa.

Esses são os três principais fatores que impedem o gestor de se dedicar mais à sua loja.

Uma maneira de contorná-los é integrando todos os sistemas (ERP e de loja virtual e marketplace) da sua loja. Essa integração:

  • Automatiza o cadastro de dados em todos os sistemas;
  • Possibilita o gerenciamento centralizado dos sistemas e a análise de dados importantes em uma só plataforma, como o volume de estoque, vendas e faturamento;
  • Permite a identificação rápida de problemas, por meio da atualização dos dados em tempo real.

Isso permite que o gestor ganhe muito tempo e se dedique a tarefas mais importantes, que ajudarão a loja a crescer e se expandir nacionalmente e internacionalmente.

Agora aproveite para conhecer a All Integra e saber como ela pode integrar seus sistemas e ajudá-lo a se dedicar mais à sua loja!